Thursday, May 5, 2016

Por que é legal descobrir um tesouro mexicano?

Paraíso tanto para as famílias como para os apaixonados
Para acessar as imagens em alta resolução, clique aqui e aqui

Por que vale a pena?
Praias primitivas, areias branquíssimas e águas cristalinas são só alguns dos encantos do destino. Quem se hospeda em Riviera Nayarit encontra uma profusão de empreendimentos hoteleiros de categoria cinco diamantes, com acomodações e varandas espaçosas, vista para o mar ou para amplas áreas verdes. A gastronomia impressiona, mesclando com perfeição sabores da cozinha internacional com típicas receitas à base de frutos do mar, com um toque de pimenta para acompanhar ceviches, enchilhadas e sopas de camarões.

O destino também ostenta uma das maiores diversidades de paisagens e relíquias culturais, com direito à maior piscina natural do México em Rincón de Guayabitos, a santuários de aves raras e ameaçadas de extinção, a cenários cobiçados por surfistas em Sayulita e por mergulhadores em Islas Marietas, sem contar zonas arqueológicas pré-hispânicas e que rememoram os tempos da civilização azteca.

Para quem vale a pena?
Famílias e casais têm ao seu alcance um oásis de aventura e de relaxamento. Quem procura esse destino quer, acima de tudo, fugir do turismo convencional, de lugares lotados e passeios massificados. Exclusividade é palavra de ordem, o que se torna evidente nas praias quase intocadas da região.

Para os adultos, a prática esportiva vai muito além das águas. Riviera Nayarit é tida como um dos templos do golfe mundial, com seis campos de categoria internacional projetados por referências como Greg Norman e Jack Nicklaus. O povoado de San Pancho é sede de um campo de polo e mantém um programa de atividades completo entre novembro e maio.

Os casais, além da estrutura sob medida dos resorts, podem desfrutar dos spas com tratamentos à base de algas ou lodo maia, pedras quentes e chocolate. Na maior marina do México, podem alugar um dos deques para iates, com posto de abastecimento exclusivo, um clube de iates e lounge vip. Passeios curtos de barco ou excursões ao longo da costa incluem paradas para mergulho ou tour para acompanhar o por do sol no Pacífico, um convite ao romantismo.

Já as crianças... Melhor nem perguntar para elas, pois a sensação é quase indescritível. Extasiados, os viajantes mirins têm atendimento exclusivo nos resorts e podem interagir com golfinhos e lobos marinhos em passeios monitorados nos parques aquáticos. Os pássaros são também motivo de deslumbramento. Há cerca de 350 espécies de aves nativas e migratórias nas florestas, montanhas, lagoas e mangues. Outro atrativo é a observação de baleias, cujos saltos podem ser vistos da costa. Um espetáculo de diversão e descoberta.

Quando vale a pena?

O pico da temporada na primavera-verão estende-se de maio a setembro. Mas como o sol brilha intensamente na maior parte do ano e as temperaturas apresentam uma média regular de 25 graus, não há contra-indicação. A observação de baleias, entre dezembro e março, também pode ser um bom pretexto para a viagem.

No comments:

Post a Comment